Ponte de São Vicente A ponte de São Vicente sobre o rio Cacheu, uma das maiores Obras Públicas até hoje realizadas na Guiné-Bissau, localiza se na estrada que liga Bissau à fronteira com o Senegal. O projecto desenvolveu-se a partir do projecto base para concurso, da autoria da Jean Müller Internacional. Por razões contratuais seguiram-se as normas francesas (Regulamentação e Caderno de Encargos) tendo, na medida do possível, sido adaptadas às práticas de construção correntes em Portugal. 

A obra é constituída por um tabuleiro único, formando uma estrutura em viga-caixão contínua com dez tramos. O comprimento total é de 670m entre eixos de apoio nos encontros, com uma modelação de vãos de 25 + 52 + 6 x 86 + 52 + 25. O tabuleiro é construído em betão armado e pré-esforçado e foi betonado “in situ”, em consolas simétricas, por pares de aduelas de 5m. 

Os pilares, em betão armado, são constituídos por um fuste com secção transversal de forma hexagonal, oca nos cinco pilares centrais e maciça nos quatro pilares extremos.
Cada pilar é fundado indirectamente por intermédio de quatro estacas de 1,6m de diâmetro que atingem profundidades da ordem dos 70m, executadas com recurso a meios fluviais pesados. 

A obra foi concluída em Junho de 2009 possibilitando, então, o tráfego rodoviário e pedonal numa via de ligação com um parceiro estratégico e vindo responder a uma ambição de longa data da população guineense.
X